Clube do livro

O adversário – Emanuel Carrère (trad. Marcos de Castro)

Em 09 de janeiro de 1993, Jean-Claude Romand matou a esposa e os dois filhos. Em seguida, dirigiu até a casa dos pais e fez o mesmo com eles. De volta, ateou fogo na própria casa e se trancou no quarto, mas os bombeiros conseguiram resgatá-lo ainda com vida. Ninguém poderia imaginar que Romand seria capaz de algo assim. Médico-pesquisador do alto escalão da OMS, ele era o modelo do pai/marido/filho perfeito e gozava de sólido prestígio na comunidade. O que se pensou, por óbvio, é que uma tragédia sem tamanho se abatera sobre a família. Tudo começa a desabar para Jean-Claude, no entanto, quando a perícia feita no cadáver da sua esposa constatou que ela havia morrido não em virtude do incêndio, mas graças a um violento golpe na cabeça. É precisamente nesse momento que a investigação tem início, que todos as mentiras contadas por Romand nos últimos dezoito anos são reveladas e que o prestigiado médico é lançado à condição de réu confesso.

Essa é a história que Carrère se propõe a contar. A história daquele que o tempo inteiro esteve por trás da imagem de sujeito exemplar, cuja derrocada tem início no segundo ano da faculdade de medicina, quando reprova nos exames finais, e se desdobra em mentiras cada vez mais elaboradas, que envolvem golpes financeiros e a desconfiança de um outro assassinato anos antes.

Com uma prosa seca e incansável, Carrère não evita as perguntas mais difíceis. Não é sem razão que os momentos finais da família são retratados detalhadamente, ou que a suposta redenção de Romand é problematizada sem subterfúgios. Um livro corajoso sobre um dos casos mais emblemáticos da França.

“Esse cara é um grandissíssimo tipo de doente (…). Ele se controla, ele controla tudo, por isso é que consegue se manter de pé, mas, se for cutucado no ponto em que não pode se controlar, vai se desestruturar diante de todo mundo e, posso garantir, isso vai ser um pavor” (p. 48)

Colunista

Avalie o post!

Incrível
0
Legal
0
Amei
0
Hmm...
0
Hahaha
0
Renato Dowsley
Mestre em Direito pela Unicap. Membro da Associação Brasileira de Direito Processual (ABDPro) e da Rede Brasileira Direito e Literatura. Advogado.

    Você pode gostar...

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    quatro × um =